A Guarda Nacional Republicana (GNR) inicia às 00:00 de terça-feira a 2.ª fase da Operação Natal/Ano Novo, que decorre até às 24:00 de 01 de janeiro, depois de no período de natal 11 pessoas terem morrido nas estradas portuguesas.

¿As festividades associadas às comemorações do Ano Novo levam a um aumento significativo do tráfego rodoviário para locais de lazer e diversão. Desse modo, os 1.897 militares (...)estarão particularmente atentos ao controlo da condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas, da velocidade e da não utilização dos sistemas de retenção (cintos de segurança)¿, refere o comunicado da GNR.

A GNR registou este ano na Operação Natal mais 89 acidentes do que em igual período do ano passado, dos quais resultaram 11 mortos, menos um do que em 2012.

Entre as 00:00 de 20 de dezembro e as 24:00 do dia 26, a GNR registou 1.603 acidentes, 11 mortos, 32 feridos graves e 492 ligeiros.

Em relação a igual período do ano passado ocorreram menos 89 acidentes, menos um morto, igual número de feridos graves e mais 35 feridos ligeiros.

Só a 26 de dezembro, a GNR registou 221 acidentes com um morto, quatro feridos graves e 57 feridos ligeiros.