A costa portuguesa está, esta quarta-feira, sob aviso amarelo devido à previsão de forte agitação marítima, com ondas a chegar aos cinco metros, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o site do IPMA na Internet, os 10 distritos que fazem parte da costa - Porto, Faro, Setúbal, Viana do Castelo, Lisboa, Leiria, Beja, Aveiro, Coimbra e Braga - estão sob aviso amarelo (o terceiro mais grave de uma escala de quatro) até às 18:00 de hoje.

Para estes distritos estão previstas ondas de noroeste, com quatro a cinco metros.

Para esta quarta-feira, o IPMA prevê céu com períodos de muita nebulosidade, aguaceiros em geral fracos, mais prováveis nas regiões do litoral norte e centro até ao fim da manhã.

No Minho e Douro Litoral estão previstos períodos de chuva, por vezes fortes, para o fim do dia.

Há ainda a previsibilidade de queda de neve acima de 1.500 metros até ao final da manhã. O vento soprará fraco a moderado do quadrante oeste, rodando para o quadrante sul a partir da tarde, e aumentando para moderado a forte no litoral oeste para o final do dia.

Nas terras altas, o vento soprará moderado a forte do quadrante oeste, aumentando para forte com rajadas da ordem de 80 km/h para o final do dia.

Em Lisboa estão previstos 19 graus celsius de máxima, com o céu com períodos de muita nebulosidade e aguaceiros em geral fracos e pouco frequentes.

No Porto, o céu estará também geralmente muito nublado, com aguaceiros, passando a períodos de chuva a partir do fim da tarde. As máximas esperadas rondam os 18 graus.

Faro e Beja vão ser as cidades mais quentes, com 20 graus, enquanto o termómetro na Guarda não irá ultrapassar os nove de máxima. Em Viseu, Vila Real e Bragança estão previstos 13 graus de máxima, enquanto em Viana do Castelo e Coimbra são esperados 18 e 17 em Braga.

Nos Açores, Ponta Delgada deverá chegar aos 21, enquanto Santa Cruz das Flores, Horta e Angra do Heroísmo aos 20.

Na Madeira são esperados 23 graus de máxima, no Funchal.

Sete barras fechadas e duas condicionadas

Sete barras portugueses estão fechadas e duas condicionadas devido à agitação marítima, de acordo com a informação disponibilizada pela Marinha.

Segundo a informação colocada no site da Marinha Portuguesa, as barras de Caminha, Vila Praia de Ancora, Esposende, Povoa do Varzim, Vila do Conde, Douro e São Martinho do Porto encontram-se encerradas a toda a navegação.

Já as barras de Aveiro e Figueira da Foz estão condicionadas a embarcações de comprimento inferior a 35 metros.