O estado do tempo vai agravar-se nos Açores nas próximas horas, estando previstas ondas de três a quatro metros, precipitação forte e rajadas de vento que poderão chegar aos 80 quilómetros por hora, segundo a meteorologia.

O meteorologista Carlos Ramalho, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) nos Açores, explicou à Lusa que se trata de "uma situação de mau tempo" dentro dos "parâmetros" normais, mas com a condicionante de se registar em pleno verão, "devido à passagem de uma superfície frontal que está a deslocar-se lentamente".

Segundo o meteorologista, o mau tempo "deverá afetar todas as ilhas", mas "a precipitação deverá ser mais intensa" nos grupos central (Terceira, Faial, São Jorge, Graciosa e Pico) e ocidental (Flores e Corvo) "a partir de quarta-feira".

Ainda assim, o agravamento do tempo "já está a sentir-se nas Flores e Corvo, onde já tem estado a chover", de acordo com Carlos Ramalho, que indicou que as previsões apontam para agitação marítima com ondas entre os três e os quatro metros e rajadas de vento entre os 70 a 80 quilómetros por hora.

Devido a estas previsões, a empresa Atlânticoline, responsável pelo transporte marítimo de passageiros e viaturas nos Açores, já teve que "reajustar" a sua operação, tendo antecipado algumas viagens e adiado outras.

O estado do tempo deverá começar a melhorar entre quinta e sexta-feira.