A Câmara do Porto decidiu segunda-feira à noite vedar, por um período 48 horas, os acessos aos molhes da Foz do Douro devido ao alerta para a forte ondulação prevista para esse período.

«O departamento de Proteção Civil da Câmara Municipal do Porto alerta a população para a forte ondulação marítima prevista para as próximas 48 horas, pelo que os acessos aos molhes da Foz do Douro serão vedados», refere um comunicado da autarquia, citado pela Lusa.

O departamento municipal garante estar «atento a esta situação», apelando a todos os cidadãos para que «não assumam comportamentos de risco, evitando aquela zona».

«Durante a vigência da operação deverão ser seguidas todas as instruções dos agentes da Proteção Civil presentes no local», acrescenta.