O presidente do Infarmed revelou hoje que o laboratório que comercializa o medicamento inovador Sofosbuvir, contra a hepatite C, ofereceu cem tratamentos que deverão representar uma poupança de perto de um milhão de euros para o Estado.

Eurico Castro Alves falava à agência Lusa à margem de um encontro de quadros do Ministério da Saúde, que decorre em Lisboa, durante o qual explicou que a oferta é uma boa notícia, mas que as negociações para se chegar a um «preço justo» continuam.

O ministro da Saúde, Paulo Macedo, que preside a este encontro, disse à Lusa que já foram dados importantes passos nestas negociações com o laboratório Gilead, destacando a baixa de preços que o laboratório se mostrou disponível a fazer, mas que ainda «não é aceitável», e também a existência de fármacos concorrentes que poderão facilitar o acesso dos doentes aos tratamentos.

Sobre as negociações em curso, Paulo Macedo garantiu que não vão durar eternamente, referindo que quer este processo concluído antes do final do ano.