Fernando Pires, jornalista do DN durante 55 anos, onde foi chefe de redação, morreu na madrugada deste domingo aos 83 anos, disse à agência Lusa fonte da família.

Durante mais de meio século trabalhou no DN, onde exerceu as funções de chefe de redação, editor executivo, diretor interino e era secretário-geral do jornal em 2004, ano em que se reformou.

Além do DN, trabalhou ainda na rádio, como relator desportivo, no Rádio Clube Português, Rádio Renascença e Emissora Nacional, tendo ainda colaborado com a RTP na área desportiva. Colaborou igualmente com a Antena 2, em programas de música clássica.

Foi presidente da Casa da Imprensa e escreveu dois livros – “Os meus 50 anos no Diário de Notícias” e “O Nosso DN – Memória do Tempo”.