Notícia atualizada às 20:41

O número de pessoas infetadas com a bactéria legionella aumentou para 90, informou o diretor-geral de Saúde, Francisco George. Dezasseis deles estão internados em cuidados intensivos.

Se tem sintomas, não vá logo para o hospital. Ligue 808 24 24 24
 
O surto já provocou um morto, um homem de 59 anos que faleceu no hospital de Vila Franca de Xira.


 
Esta unidade hospitalar tem 47 doentes internados, 10 deles em estado crítico e um deles ventilado, e reencaminhou os restantes para hospitais de Lisboa. «Todos os hospitais de Lisboa estão envolvidos neste processo», explicou Francisco George.
 
As autoridades de saúde estiveram reunidas de emergência esta tarde para responder a este surto, sendo que já foi acionado um plano de contingência.

«É uma situação preocupante, que implica medidas que estão a ser tomadas sem descanso», acrescentou o responsável da DGS.

Francisco George explicou que as autoridades ainda não identificaram a fonte do surto. «Ainda não foi identificada a fonte, a natureza deste problema. Diria, sem criar qualquer alarmismo: nós ainda não encontrámos explicação para este fenómeno», sublinhou.

Questionado sobre se a fonte poderá estar relacionada com a rede de abastecimento de água, o diretor-geral de Saúde respondeu que «numa conduta de abastecimento poderá seguramente ser», mas as autoridades ainda desconhecem se «esse abastecimento é municipal ou por captação».

Francisco George explicou que a legionella, que vive na água, causa pneumonias a alguns dos doentes expostos à bactéria, mas não a todos, devido à inalação de gotículas de água e não ao seu consumo.

O diretor-geral de Saúde referiu que estão a ser realizados inquéritos epidemiológicos para «encontrar uma fonte comum» aos casos registados, que pode ser «uma torre de arrefecimento, um ar condicionado central que trabalhe com estas torres num grande armazém, numa grande companhia, numa grande empresa».

A bactéria legionella é responsável pela Doença dos Legionários, uma pneumonia grave, cuja infeção se transmite por via aérea (respiratória), através da inalação de gotículas de água.