Quase metade dos idosos internados no Hospital S. João, no Porto, estavam desnutridos, segundo um rastreio realizado a mais de 13 mil doentes, com mais de 65 anos, entre novembro de 2015 e março deste ano.

Segundo o Jornal de Notícias (JN), dois terços das mulheres e quase metade dos homens deste grupo de análise corriam risco de desnutrição ou já estavam desnutridos, no momento de admissão para internamento.

O estudo foi realizado com ajuda de uma ferramenta informática (MNA-SF), com um conjunto de questões, que permite aos enfermeiros avaliar o estado nutricional dos doentes, logo na admissão.

Quando existe risco de desnutrição, o programa emite um alerta para a Unidade de Nutrição e Dietética, que realizava o diagnóstico.

Na admissão, 55,2% apresentava risco de desnutrição associado a doença. Depois do diagnóstico, concluiu-se que 47,1% estavam desnutridos.

Durante o período de análise, o Hospital S. João internou 64 mil pessoas, dos quais 22.916 eram idosos. O rastreio incidiu sobre 13.637 doentes com internamentos longos.

Ainda de acordo com o JN, a média de idades ficou nos 75 anos, sendo que 50,3% dos homens e 38,7% das mulheres estavam nutridos.