O juiz desembargador António Carlos de Beça Pereira foi esta quarta-feira nomeado diretor-nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), substituindo Manuel Jarmela Palos, que apresentou demissão depois de ter sido detido no âmbito do caso dos vistos gold.

Segundo nota do Ministério da Administração Interna (MAI), «foi hoje assinado um despacho nomeando como Diretor-nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras o Juiz Desembargador António Carlos Falcão de Beça Pereira, com efeitos a partir de 18 de dezembro de 2014».

O diretor nacional do SEF, Manuel Jarmela Palos, apresentou a demissão do cargo a 18 de novembro, de acordo com fonte oficial do gabinete do primeiro-ministro.

O pedido de demissão do anterior diretor do SEF acontece depois de ser conhecida a sua medida de coação, prisão preventiva, que foi convertida em prisão domiciliária com pulseira eletrónica em finais de novembro, na sequência da Operação Labirinto, uma investigação sobre a atribuição de vistos dourados.

Assim que foi conhecida a conversão da medida de coação, foi igualmente anunciado que o ex-diretor do SEF iria recorrer para o Tribunal da Relação de Lisboa da medida que lhe foi aplicada, com o argumento de ser desadequada.