Apenas duas estradas permanecem abertas na Serra da Estrela, onde um forte nevão e muito vento isolaram a Torre e tornaram impraticável a circulação na maior parte das vias da montanha, por questões de segurança.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Guarda, os acessos à Torre foram fechados às primeiras horas do dia e a circulação na montanha está limitada aos troços Seia-Sabugueiro e Piornos-Covilhã.

O Centro de Limpeza de Neve da Serra da Estrela está a proceder a trabalhos de remoção de neve nas vias encerradas, usando limpa-neves, mas não há previsões sobre a hora a que as vias serão reabertas. "Primeiro, tem de parar de nevar, e só depois será feita uma avaliação", disse fonte do CDOS.

A neve está a condicionar a circulação automóvel nas terras altas do Centro, sobretudo nos distritos da Guarda e Viseu, tendo forçado o corte das Estradas Municipais (EM) 553 e 553/1, em Resende, nos troços Felgueiras-Feirão e Felgueiras-Panchora, e da 515, entre Tabuaço e Viseu.

Nos distritos de Coimbra, Castelo Branco, Santarém e Leiria o vento forte substituiu a chuva como a maior ameaça para as populações, registando-se dezenas de incidentes sem especial gravidade relacionados com quedas de árvores, placards publicitários, antenas e chaminés.

No Entroncamento, rajadas de vento forte contribuíram para o desmoronamento de uma casa devoluta, não havendo registo de feridos.

Em Coimbra, o caudal dos rios Mondego e Ceira têm vindo a baixar "de forma consistente", mas a água continua a ameaçar a povoação do Cabouco, o Parque Verde, a Praça da Canção, o Mosteiro de Santa Clara e alguns estabelecimentos comerciais na margem esquerda.

Algumas estradas municipais e caminhos rurais em Coimbra, Soure e Montemor-o-Velho continuam alagados, mas existem percursos alternativos devidamente assinalados e não há povoações isoladas.

Mais a sul, em Santarém, a Estrada Nacional 365/14 foi cortada junto à Ponte dos Alcaides, devido à subida do caudal do rio Alviela, mas as autoridades acreditam que a situação estará "regularizada dentro de um par de horas".