Um petroleiro "Tokio Spirit", uma embarcação com 274 metros de comprimento, está encalhado ao largo de Cascais, confirmou fonte da Polícia Marítima à TVI.

De acordo com o porta-voz da Marinha, comandante Vicente, a bordo estão 22 pessoas, mas o comandante do navio "disse não haver necessidade de retirar a tripulação".

O petroleiro está sem carga, uma vez que aguardava para entrar no porto de Lisboa para "entrar em reparação".

"Não há perigo de desastre ambiental".


Pelas 15:15, três rebocadores conseguiram chegar junto da embarcação, que entretanto foi arrastada cerca de 400 metros pela costa de Cascais.

O trabalho das equipas de socorro e o controlo da embarcação por parte do comandante está a ser dificultado pela forte agitação marítima que tem vindo a arrastar o navio.

No resgate está envolvida a Marinha e a Força Aérea Portuguesa, assim como a Polícia Marítima de Cascais e de Lisboa.

O alerta para o incidente foi dado às 12:01 via rádio e foram accionados de imediato os meios de salvamento, entre os quais um helicóptero da Força Aérea, que acabou por ser dispensado após a decisão do comandante do navio.

As autoridades estão preocupadas com a situação, uma vez que há várias embarcações em dificuldade devido aos ventos fortes e à forte ondulação.