As buscas aos dois pescadores desaparecidos no naufrágio de uma embarcação de pesca junto à Figueira da Foz, na sexta-feira, recomeçaram ao início da tarde de hoje centradas nas praias a sul da cidade.

Em declarações à agência Lusa, Rui Amado, comandante do Porto da Figueira da Foz, explicou que as operações, por meios terrestres, estão a decorrer numa faixa costeira com cerca de 15 quilómetros de extensão, até à povoação de Leirosa, perto do limite sul do concelho da Figueira da Foz.

Ao final da manhã de hoje, junto à praia da Costa de Lavos, também a sul do local do naufrágio, foi detetado, à deriva no mar, mais um destroço da embarcação «Jesus dos Navegantes», concretamente o painel da popa do barco.

Envolvidos nas operações de busca estão duas moto-quatro e outras duas viaturas da Polícia Marítima, Proteção Civil Municipal e Bombeiros Municipais da Figueira da Foz.

Entretanto, a corveta Baptista de Andrade, que integrou o dispositivo de buscas desde sábado, deixou a zona da Figueira da Foz cerca das 13:00 de hoje.

A forte agitação marítima que se tem feito sentir nas últimas horas tem impossibilitado as buscas no mar, acrescendo o facto da barra do porto da Figueira da Foz estar fechada a embarcações até aos 11 metros de comprimento.

A embarcação, com 15 metros de comprimento, registada na Póvoa do Varzim, naufragou na sexta-feira ao fim da tarde à saída da barra da Figueira da Foz, tendo sido resgatados com vida cinco tripulantes.

Um dos cinco pescadores resgatados com vida morreu no sábado, nos Hospitais da Universidade de Coimbra, enquanto os outros quatro tiveram alta médica na sexta-feira, depois de assistidos no hospital da Figueira da Foz.

O corpo de um dos três desaparecidos no naufrágio foi localizado e recuperado, também no sábado, pelo helicóptero da Força Aérea que operava no local das buscas.