O comandante do Porto da Figueira da Foz, Paulo Inácio, pediu hoje a exoneração do cargo, que foi aceite pela Autoridade Marítima, disse à agência Lusa fonte desta entidade.
 

“O comandante do Porto da Figueira da Foz pediu a exoneração do cargo, que foi aceite”, disse Nuno Leitão, o porta-voz da Autoridade Marítima, à agência Lusa.


Paulo Inácio manter-se-à em funções até ser substituído, disse a mesma fonte, acrescentado desconhecer qual a data da posse do novo comandante.

O novo responsável pela capitania do Porto da Figueira da Foz é Silva Rocha, um oficial, com “larga experiência”, que exerce funções na Direção Geral da Autoridade Marítima e que foi comandante do Porto da Póvoa de Varzim/Vila do Conde.

As razões do pedido de Paulo Inácio não foram reveladas.

No dia passado dia 6 de outubro, um naufrágio à entrada da barra do Porto da Figueira da Foz provocou cinco mortos. Dois outros pescadores foram resgatados com vida por uma moto de água da Polícia Marítima.

A operação de salvamento, que se prolongou por seis dias, foi criticada por pescadores e familiares das vítimas.