As praias do concelho de Cascais vão permanecer vigiadas em outubro com nadadores salvadores, uma decisão da autarquia justificada hoje pelo “bom tempo” e a “forte afluência” às estâncias balneares nos últimos dias.

“Dadas as condições meteorológicas favoráveis e a forte afluência de banhistas que se tem verificado nas praias do concelho nos últimos dias, a Câmara Municipal de Cascais informa que, por razões de segurança e de conforto de todos os munícipes e de quem nos visita, decidiu prolongar a vigilância em todas praias balneares por tempo indefinido”, revela um comunicado da autarquia hoje divulgado.


Segundo o documento, os custos da medida vão ser “integralmente suportados” pela autarquia de Cascais, sendo que cada quinzena de vigilância ronda um investimento suplementar de 24 mil euros.

“Cascais é o primeiro concelho do país a arrancar com a época balnear, a 01 de maio, e é o último a acabar, a 30 de setembro. Mas como não é o bom tempo que se adapta às condições de segurança, mas sim o inverso, pensamos que é importante prolongar o período de vigilância nas praias até que o bom tempo o justifique”, sublinhou Carlos Carreiras.