João Silva Bento, 13 anos, estudante do 7º ano na Escola Secundária Manuel Fernandes, em Abrantes, sagrou-se campeão mundial de cálculo mental pelo segundo ano consecutivo, tendo obtido o recorde mundial da prova deste ano.

Num ano em que Portugal ficou em primeiro lugar na geral do SuperTmatic - concurso de cálculo mental com jogo de cartas destinado ao treino das operações básicas da matemática -, e com vários estudantes lusos a conquistarem posições cimeiras nos diversos escalões etários, João Bento conquistou o 1º lugar no seu escalão e o melhor tempo mundial, com um tempo de resolução de 33,66 segundos às 15 equações que lhe foram apresentadas.

"Estou muito feliz porque consegui o meu objetivo, que era o de melhorar o tempo do ano passado, e reduzi esse tempo de resposta de 42,5 para os 33,6. Foi muito bom e foi mesmo o melhor tempo mundial, de entre todos os participantes da edição deste ano", disse hoje à agência Lusa o jovem estudante da escola secundária de Abrantes, resultado que atribuiu ao "trabalho e ao treino".


João Bento, residente em Alferrarede, no concelho de Abrantes, teve um tempo médio de resposta às 15 perguntas de 2 segundos e 22 milésimos de segundo, totalizando 33,6 segundos, recorde mundial em todos os escalões da competição. O segundo classificado do seu escalão ficou a uma distância de 12 segundos, tendo obtido o tempo de 46,2 segundos. O décimo classificado, um britânico, demorou 51:37 segundos a resolver mentalmente os problemas matemáticos apresentados no concurso.

"A vitória do ano passado deu-me estímulo para fazer mais exercícios e treinei mais para esta edição do que para o do ano passado. Mas 12 segundos de diferença é muito tempo, sim."


A notícia foi confirmada na noite de segunda-feira, 11 de maio, no site da Eudactica, uma editora de materiais didáticos dedicados a estimular a agilidade mental e o desenvolvimento cognitivo, de acordo com a própria empresa.

A organizadora do evento mundial disponibilizou na sua página na internet a classificação parcial da competição, tendo divulgado a classificação dos primeiros 20 países no concurso SuperTmatik 2014/2015, e a classificação dos 10 melhores alunos de cada escalão.

A competição relativa aos Campeonatos SuperTmatik, que decorrem anualmente e online, envolveu no ano passado 36 725 finalistas de 61 nacionalidades diferentes, tendo o estudante português, João Bento, conquistado o 1º lugar no seu escalão, com um tempo de resolução de 42,5 segundos às 15 equações que lhe foram apresentadas.

"O João Bento tem uma velocidade cálculo mental inacreditável, desde pequeno que demonstrava ter esta capacidade, que é inata", disse à Lusa o pai de João Bento, Jorge Bento, tendo observado que o seu filho "é um aluno mediano, um pouco nervoso, mas muito metódico."

"Obter o recorde da prova em todos os escalões e dar 12 segundos de avanço ao segundo classificado do seu escalão, é revelador do seu potencial. Este ano trabalhou mais, preparou-se melhor, e obteve este resultado fantástico. É inacreditável e estou muito satisfeito, por ele, mas ao mesmo tempo algo apreensivo, porque não sei quem o possa ajudar a ir mais além."


"É um caso muito sério e acho que preciso de ajuda, de ir à procura de alguém que o possa direcionar para ele poder continuar a evoluir", disse ainda o pai do jovem campeão do cálculo mental.

A vitória no ano passado deu a João Bento um troféu de cristal e a possibilidade de jantar com o Presidente da República, Cavaco Silva, a convite deste.

"O jantar foi bom. Se me convidar, vou outra vez."