“Durante o período da operação, foram empenhados cerca de 2300 militares, dos Comandos Territoriais, da Unidade Nacional de Trânsito, do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) e da Unidade de Ação Fiscal”, esclareceu o comunicado da GNR.