A GNR multou 959 condutores de veículos de mercadorias durante uma operação de cinco dias para detetar situações de fuga aos impostos, indicou, esta segunda-feira, a corporação.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana adianta que durante a operação, denominada «Tributo» e que decorreu entre 15 e 20 de setembro, foram fiscalizadas 8481 viaturas de mercadorias e detetadas 959 infrações.

Segundo a GNR, 303 infrações foram relacionadas com o regime de bens em circulação, 31 por não pagamento do imposto sobre veículos e do imposto único de circulação, 74 por falta de inspeção, oito por incumprimento dos impostos especiais sobre o consumo.

Durante cinco dias, a GNR realizou ações de fiscalização seletivas de controlo da circulação rodoviária de mercadorias para detetar situações de fuga aos impostos, em especial ao regime legal do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e infrações ambientais.

Para a operação estiveram mobilizados 1539 militares da Unidade de Ação Fiscal e dos comandos territoriais, que incidiram as ações de fiscalização nas vias onde a circulação de mercadorias é mais elevada.