Um morto, um ferido grave e 61 feridos ligeiros foram registados nas estradas portuguesas na véspera de Natal, dia em que ocorreram 299 acidentes, disse à agência Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Desde o início da corrente Operação Natal/Ano Novo da GNR foram registados nove mortos, 23 feridos graves e 360 feridos ligeiros, num total de 1.197 acidentes.

De acordo com o balanço provisório da operação Natal da GNR relativo ao dia 24 de dezembro, foram registados mais 95 acidentes comparando com os 204 ocorridos na mesma data de 2012. Na véspera de Natal, o número de mortos manteve-se idêntico ao do ano passado, quando também foi registada uma vítima mortal.

Os acidentes nas estradas nacionais durante as 24 horas de terça-feira resultaram num ferido grave, à semelhança do sucedido no mesmo dia do ano transato. Já os feridos ligeiros (61) foram mais nove em relação aos 52 do dia 24 de dezembro de 2012.

A primeira fase da Operação Natal/Ano Novo teve início às 00:00 de sexta-feira e termina às 24:00 de dia 26.

Os militares da GNR intensificam o patrulhamento rodoviário no período do Natal e Ano Novo, destinado a combater a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias.

A operação decorre em duas fases, a primeira entre as 00:00 horas do dia 20 e as 24:00 de dia 26 de dezembro e a segunda entre as 00:00 horas do dia 31 de dezembro e as 24:00 horas do dia 01 de janeiro de 2014.