Uma pessoa morreu e outras quatro ficaram feridas este domingo devido ao despiste da viatura ligeira de passageiros em que seguiam, na Autoestrada do Sul (A2), no concelho de Almodôvar, informaram os bombeiros.

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja revelou à agência Lusa que o alerta para o acidente foi dado aos bombeiros às 16:39.

Dois dos feridos estão “em estado grave”, tendo um sido transportado de helicóptero para Lisboa e o outro levado pelos bombeiros para o Hospital de Portimão.

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja revelou à agência Lusa que o despiste da viatura ligeira de passageiros, que provocou também um morto, causou “dois feridos graves e dois ligeiros”.

Os dois feridos ligeiros foram transportados para o Hospital de Portimão, assim como uma das vítimas em estado grave”, enquanto “o outro ferido grave foi transportado no helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) para o Hospital de S. José, em Lisboa”, disse a fonte.

Contactada pela agência Lusa, fonte do Comando Territorial de Beja da GNR referiu que a vítima mortal do sinistro “é uma jovem, de 18 anos” e que “os dois feridos ligeiros são duas crianças”, mas disse desconhecer outros pormenores acerca destas vítimas, assim como dos dois feridos graves.

Contudo, também em declarações à Lusa, fonte do Hospital de Portimão revelou terem dado entrada na unidade hospitalar “um homem, de 73 anos, e dois rapazes, de 12 e 14 anos”.

A mesma fonte hospitalar explicou que as três vítimas “estão em observação”, pelo que, neste momento, “não é possível avaliar o seu estado clínico”.

O trânsito automóvel, que tinha sido cortado nos dois sentidos da A2, devido ao acidente, “já foi restabelecido no sentido norte-sul”, enquanto, “no sentido sul-norte, também já circula”, mas apenas “pela via da esquerda”, revelou a GNR.

A viatura ligeira de passageiros, com cinco ocupantes, circulava no sentido sul-norte quanto se despistou, ao quilómetro 197, na zona do Nó de Gomes Aires, no concelho de Almodôvar, distrito de Beja.

Os bombeiros receberam o alerta para o sinistro às 16:39 e o socorro às vítimas mobilizou meios do INEM, dos bombeiros, da GNR e da Brisa, num total de 29 operacionais, auxiliados por 13 viaturas.