Dois participantes do Boom Festival perderam a vida este fim de semana, confirmou à TVI fonte da GNR. As vítimas mortais serão dois cidadãos estrangeiros - um inglês de origem chinesa e um holandês - que morreram a caminho do hospital de Castelo Branco, no sábado.

As vítimas teriam cerca de 40 anos. Uma delas tinha mesmo acabado de chegar ao recinto quando começou com espasmos musculares. As equipas médicas ainda tentaram manobras de reanimação mas os homens, que não se conheciam, acabaram por morrer.

De acordo com a GNR de Castelo Branco, ainda se desconhecem as causas que estiveram na origem da morte das duas pessoas. Apesar das duas vítimas não terem relação entre si, as duas situações aconteceram sensivelmente na mesma altura.

Há ainda uma outra vítima internada no hospital, sem relação com os óbitos. Segundo informações recolhidas pela TVI, esta vítima, de nacionalidade portuguesa, apresentava sinais de ingestão de droga e teria cerca de 40 bolotas de substâncias ilícitas no organismo. Terá sido o próprio a entregar-se às autoridades.

Em comunicado, a organização do Boom Festival confirma a ocorrência com dois visitantes e refere que ambos entraram em paragem cardiorrespiratória.

"As vítimas foram prontamente assistidas pelas equipas médicas presentes em permanência no evento, tendo sido imediatamente acompanhadas ao hospital [Castelo Branco]", lê-se no documento.

A organização adianta ainda que foi informada de que ambas as vítimas não resistiram, "tendo falecido no hospital, sendo prematuro […] avançar com as causas de morte".

A organização do Boom Festival lamenta a morte dos dois visitantes e mostra-se disponível para prestar todo o apoio às famílias e às autoridades.

O Boom Festival teve início na passada quinta-feira. Esta é a 11ª edição do evento que conta com a presença de 162 países e a maioria do público é estrangeiro.