Duas pessoas, um turista francês e um madeirense, morreram esta sexta-feira nas águas da praia da Maiata, no Porto da Cruz, no concelho de Machico, devido à maré viva que ali se fazia sentir no momento e que os impossibilitou de regressarem à terra. A informação foi confirmada pelo comandante da Capitania do Funchal, Félix Marques.

O turista, de 47 anos de idade, entrou no mar e, ao manifestar sinais de que estava em apuros, outros dois banhistas atiraram-se à água com o objetivo de o socorrerem, acabando também por ficar em dificuldades.

Nessa altura, segundo o comandante Félix Marques, saiu, então, em socorro um surfista que conseguiu transportar para terra o turista francês, mas já sem sinais vitais, e um outro banhista com vida.

O terceiro banhista ficou, entretanto, desaparecido, mas acabou por ser encontrado pela embarcação da Capitania, também sem vida.

"Apesar das manobras de reanimação não foi possível salvar os banhistas", disse.

A outra vítima mortal tinha 42 anos e era natural de Santa Cruz.

No incidente, estiveram também envolvidos os Bombeiros Municipais de Machico e uma embarcação do SANAS - Associação Madeirense de Socorro a Náufragos, tendo o alerta sido dado por volta das 15:00 horas e os corpos sido transportados para a marina da Quinta do Lorde e as autoridades tomaram conta da ocorrência.