Os acidentes rodoviários provocaram este ano 386 mortos, mais 15 do que em igual período de 2014, sendo os distritos do Porto e Aveiro com mais vítimas mortais, indica a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Segundo a ANSR, o número de desastres nas estradas portuguesas também aumentaram este ano, tendo-se registado, entre 01 de janeiro e 21 de outubro, um total de 97.422 acidentes, mais 4.486 do que no mesmo período de 2014.

A ANSR, que reúne dados da PSP e GNR, indica também que Porto (44), Aveiro (42) e Lisboa (39) são os distritos que registaram o maior número de mortos este ano.

Já os distritos com menos mortos são Bragança e Viana do Castelo, onde os acidentes provocaram três e sete vítimas mortais respetivamente, adiantam os dados.

A Segurança Rodoviária refere que os feridos graves também aumentaram ligeiramente, tendo ficado este ano gravemente feridas 1.770 pessoas, mais 67 do que em 2014.

Os acidentes rodoviários provocaram ainda 30.005 feridos ligeiros, enquanto, em 2014, tinham sofrido ferimentos ligeiros 29.450.

Os dados da ANSR dizem respeito às vítimas cujo óbito ocorre no local do acidente ou durante o transporte para o hospital.