Um homem aparentando 40 anos foi encontrado, quinta-feira à noite, sem vida e com mãos e braços amarrados, no rio Sousa, em Aguiar de Sousa, Paredes, disse esta sexta-feira fonte dos bombeiros, adiantando que a Polícia Judiciária foi ao local.

Em declarações à agência Lusa, o comandante dos Bombeiros de Cete, José Silva, acrescentou que o homem também apresentava a boca tapada com fita-cola, o mesmo material usado para prender os membros.

“O corpo estava amarrado e estaria há vários dias na água, dado o estado avançado de decomposição”, assinalou.

Acorreram ao local elementos daquela corporação, com uma equipa de mergulhadores, solicitados pelos Bombeiros de Melres, Gondomar.

“O homem não tinha documentação consigo”, disse o comandante.

O corpo foi transportado para a Instituto de Medicina Legal do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, em Penafiel.