A Polícia Judiciária (PJ) deteve dois homens e uma mulher suspeitos de homicídio qualificado e ocultação de cadáver, por atos praticados em Paredes, no dia 04 de outubro, anunciou a autoridade policial.

A investigação foi iniciada depois de ter sido encontrado o corpo de um homem, no rio Sousa, com múltiplas lesões.

A PJ apurou que, na madrugada do dia 04 de outubro, com o pretexto de falar com a sua ex-companheira, a vítima deslocou-se à sua residência, onde igualmente o aguardava o pai e o atual namorado daquela.

Nessa sequência, lê-se num comunicado da autoridade de investigação, "foi a vítima agredida pelos suspeitos com uma faca e um machado na cabeça e no tronco, provocando graves lesões que lhe causaram a morte".

De seguida, concluiu a PJ, os suspeitos "amarraram a vítima e transportaram-na até uma ponte de onde atiraram o corpo para o rio".

Os detidos com 53, 27 e 38 anos de idade, montador de isolamentos, empregada fabril e engenheiro mecânico, vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.