A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar as circunstâncias da morte de uma mulher e do seu filho de três anos que foram encontrados carbonizados numa viatura, na segunda-feira, no concelho da Ribeira Grande, nos Açores.

Fonte da PJ adiantou à Lusa que "estão a ser realizadas várias diligências", aguardando-se ainda o resultado das autópsias aos corpos da mulher, com cerca de 40 anos, e do filho.

Segundo a mesma fonte, "todos os cenários estão em aberto" - acidente, homicídio ou suicídio -, mas a PJ conta ter resultados "num espaço de tempo relativamente curto".

O comandante dos Bombeiros Voluntários da Ribeira Grande, José Nuno, disse à Lusa que a corporação foi chamada para combater um incêndio numa viatura cerca das 14:00 locais (mais uma hora em Lisboa) de segunda-feira e não se apercebeu no imediato que estavam no carro dois cadáveres.

"Quando chegámos ao local a viatura já estava a arder", referiu ainda José Nuno, indicando que a viatura "estava numa zona de difícil acesso, numa pastagem na zona da Boavista, em Rabo de Peixe".

Os corpos foram transportados para o Hospital de Ponta Delgada.