Um homem de 78 anos foi colhido na Graciosa, nos Açores, durante uma tourada à corda realizada naquela ilha açoriana, tendo vindo a falecer na sequência dos graves ferimentos que apresentava, disse hoje o comandante dos bombeiros.

O Comandante dos Bombeiros Voluntários de Santa Cruz da Graciosa, Carlos Melo, acrescentou à agência Lusa que, «quando a corporação foi chamada ao local, o homem ainda estava com vida», mas viria a falecer «cerca de uma hora depois, com ferimentos graves, pois tinha um pulmão perfurado e partiu um maxilar».

O acidente ocorreu «na tarde de terça-feira, na vila de Santa Cruz, no lugar do Corpo Santo», segundo indicou o comandante dos Bombeiros.

Além deste homem, os bombeiros transportaram um outro para o centro de saúde local por ter ficado também ferido na tourada, adiantou a fonte da corporação.