O bebé que nasceu na terça-feira no Hospital de São José com a mãe em morte cerebral há 15 semanas continua internado nos cuidados intensivos, mas está estável e com respiração espontânea, informou aquela unidade hospitalar.

O Lourenço, nascido no Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC) no passado dia 7, continua nos Cuidados Intensivos da Unidade de Neonatologia, está clinicamente estável, com respiração espontânea, sem necessidade de suporte respiratório, e já iniciou alimentação recorrendo ao Banco de Leite Humano do CHLC", informa o comunicado.

Na terça-feira, uma mulher grávida que estava em morte cerebral há 15 semanas deu à luz um bebé saudável, um caso inédito em Portugal.

As equipas de Obstetrícia e da Unidade de Neurocríticos do Centro Hospitalar de Lisboa Central realizaram uma cesariana programada à mulher, que estava em morte cerebral desde 20 de fevereiro.

O bebé nasceu com 2,350 kg, após uma gestação de 32 semanas, sem complicações durante e após o ato cirúrgico.

A morte cerebral da mãe, de 37 anos, foi declarada na sequência de uma hemorragia intracerebral.

A Comissão de Ética e Direção Clínica do Centro Hospitalar de Lisboa Central deu o seu parecer e, em conjunto com a decisão da família da mãe e da família paterna da criança, acordaram manter a gravidez até às 32 semanas de maneira a garantir a viabilidade do feto.