O Panteão Nacional alberga os restos mortais de algumas das mais importantes personalidades da história de Portugal. A escolha deste local como última morada significa uma “homenagem”.

O monumento foi inaugurado como Panteão Nacional a 7 de dezembro de 1966.




Legenda de cima para baixo e da esquerda para a direita:
(Eusébio, Amália Rodrigues, Sophia de Mello Breyner Andersen, Aquilino Ribeiro, Óscar Carmona, Humberto Delgado, Guerra Junqueiro, Sidónio Pais, Teófilo Braga, Manuel de Arriaga, João de Deus, Almeida Garrett, Pedro Álvares Cabral, Nuno Álvares Pereira, Vasco da Gama, Infante Dom Henrique)