O homem de 65 anos, suspeito de ter morto a irmã e esfaqueado a mãe, no passado sábado, na aldeia de Meixedo, em Montalegre, foi este domingo detido pela Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real, avançou à Lusa fonte policial.

A fonte, sem avançar o local e as circunstâncias em que o alegado homicida foi detido, confirmou apenas que já estará a ser ouvido pelas autoridades policiais.

O suspeito, depois de ter cometido o crime, ter-se-á posto em fuga de carro, estando a ser procurado.

O alegado homicida matou a irmã, de 61 anos, com três facadas, e esfaqueou a mãe, de 80 anos, que foi transportada para o hospital ainda com vida.

O crime aconteceu junto à casa da vítima mortal, que tinha ao seu cuidado a mãe, e do suspeito, dado serem vizinhos.

Apesar das manobras de reanimação, a irmã do presumível homicida, professora reformada, não resistiu aos ferimentos, tendo o óbito sido confirmado no local.

A mãe foi transportada para o Hospital de Chaves, onde continua internada, mas não corre perigo de vida.

As discussões entre os dois irmãos, segundo a fonte, motivadas por assuntos familiares, eram frequentes desde há um ano, altura em que deixaram de falar, como noticia a Lusa.