Centenas de operacionais da Proteção Civil mantêm-se em Monchique e Portimão durante a fase de rescaldo que se iniciou esta sexta-feira ao final do dia, disse hoje à Lusa o comandante das operações de socorro, Richard Marques.

Desde ontem que temos uma ação musculada de vigilância ativa”, afirmou aquele responsável esclarecendo que ao longo de todo o perímetro estão 599 operacionais e 194 meios técnicos.

Os meios humanos e técnicos serão desmobilizados de acordo com as avaliações permanentes sobre o risco de reacendimentos, explicou aquele responsável.

O incêndio iniciou-se no dia 03 de setembro, tendo sido declarado dominado 24 horas depois e reacendeu-se na passada quarta-feira.

O fogo inicialmente centrou-se no concelho de Monchique mas acabou por alastrar-se até ao concelho de Portimão, tendo para tal contribuído dificuldades atmosféricas, nomeadamente o vento forte que se manteve ao longo dos vários dias.

Em declarações à Lusa, Richard Marques contou que o vento acalmou e está a facilitar os trabalhos da fase de rescaldo.