Um homem de 33 anos encontra-se em estado muito grave depois de ter sido atingido pela queda de uma árvore, num acidente de trabalho que ocorreu no parque eólico da Anhões, em Monção.

Segundo fonte do Comando de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo, o acidente ocorreu cerca das 10:15 quando o homem, funcionário da empresa Merufe Obra, "se encontrava a trabalhar numa obra da Rede Elétrica Nacional (REN)”.

A mesma fonte adiantou que o homem “sofreu múltiplas fraturas e foi transportado no helicóptero do INEM para o hospital de Viana do Castelo”.

Ao local compareceram uma viatura de bombeiros voluntários de Monção, com dois homens, a ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Melgaço e o meio aéreo do INEM.

A Rede Elétrica Nacional (REN) disse à Lusa que “todas as normas e requisitos de segurança foram seguidos” nos trabalhos de manutenção em curso em Monção, onde um trabalhador de 33 anos ficou gravemente ferido.

Em resposta escrita a um pedido de esclarecimento enviado pela agência Lusa, a REN explicou que a vítima “é um prestador de serviços, que efetuava trabalhos de manutenção da rede elétrica na zona de Monção”.

Todas as normas e requisitos de segurança foram seguidos nos trabalhos em questão e os procedimentos de emergência foram imediatamente acionados no momento do acidente, tendo o trabalhador sido socorrido prontamente”, frisou a REN, adiantando que os trabalhos em curso envolviam o abate de árvores.

Contactada pela agência Lusa, fonte da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), em Viana do Castelo, onde o trabalhador deu entrada ao final da manhã, revelou que o homem de 33 anos foi transferido para o hospital de Braga.