A fragata portuguesa «Álvares Cabral» deixou Cabo Verde após uma missão humanitária de uma semana no país, onde na terça-feira à noite, chegou um «Hércules C-130», transportando duas ambulâncias para apoiar as autoridades cabo-verdianas na ilha do Fogo.

As duas missões fazem parte do esforço de assistência humanitária de Portugal às autoridades de Cabo Verde, há 17 dias a braços com a erupção vulcânica no Fogo e que já destruiu duas povoações em Chã das Caldeiras, ameaçando outras tantas no norte da ilha, mas sem causar vítimas.

O aparelho da Força Aérea Portuguesa (FAP) aterrou na Cidade da Praia cerca das 21:00 locais (22:00 de terça-feira em Lisboa), após seis horas e 20 minutos de viagem, e segue esta quarta-feira de manhã para São Filipe, onde descarregará as ambulâncias oferecidas pelos bombeiros de Constância (Santarém) e Cernache do Bonjardim (Castelo Branco), cujo transporte foi apoiado pela Autoridades Nacional de Proteção Civil (ANPC).