O funeral do bombeiro de Miranda do Douro que morreu na sexta-feira vítima de ferimentos sofridos no combate às chamas realiza-se no domingo de manhã, disse à agência Lusa fonte da corporação.

Daniel Falcão, 25 anos, da corporação de Miranda do Douro estava internado no Hospital da Prelada, no Porto, e morreu mais de um mês após o internamento.

O corpo chega hoje ao quartel dos bombeiros, onde será velado, e o funeral realiza-se no domingo pelas 09:00, segundo fonte da corporação, que desconhece ainda se a cerimónia fúnebre será em Mirando do Douro ou numa aldeia próxima onde residem os pais da vítima.

Daniel Falcão ficou gravemente ferido no incêndio de Miranda do Douro (distrito de Bragança) do dia 01 de agosto. Não resistiu às queimaduras de segundo e terceiro grau que lhe afetaram entre 70 por cento a 80 por cento da superfície corporal.

Acabou por morrer ao início da noite por falência multiorgânica, o que eleva para oito o número de bombeiros que morreram na sequência do combate aos incêndios florestais este ano.