A agência da Caixa Geral de Depósitos de Miranda do Corvo, no distrito de Coimbra, reabriu às 12:05 desta terça-feira depois de várias horas encerrada devido a uma mala suspeita deixada no exterior da instituição.

Segundo várias testemunhas em declarações à agência Lusa, a mala foi encontrada às 08:30 na parte inferior de uma caixa multibanco pelos trabalhadores, que foram aconselhados, posteriormente, a abandonar o espaço.

No local, a Lusa constatou que a GNR interditou o acesso ao edifício - que é usado também para habitação, bem como uma farmácia e uma agência de seguros, situadas ao lado da Caixa Geral de Depósitos, e as ruas de acesso.

Cerca das 10:00 chegou ao local uma equipa de inativação de explosivos da GNR, que, após todos os procedimentos de segurança, fez rebentar a mala às 11:42, apesar de se encontrar vazia.

A circulação de trânsito nas duas ruas junto à agência foi retomada às 11:54, tendo a atividade bancária sido retomada às 12:05.