Cerca de 81 por cento das decisões judiciais criminais na área da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL), entre janeiro e abril, resultaram em condenações, indicou aquele organismo do Ministério Público.

A PGDL adianta, na página na internet, que foram proferidas 7.863 decisões judiciais criminais nas cinco comarcas que integram a Procuradoira entre janeiro e abril.

Das 7.863 decisões judiciais tomadas, 6.388 resultaram em condenações (81,24 por cento) e 1.475 em absolvições (18,76%).

O maior número de processos com decisão final verificou-se na comarca de Lisboa, com 2.917 e 2.387 condenações, seguindo-se Lisboa Oeste, com 2.079 decisões judiciais que resultaram em 1.671 condenações.

Na comarca dos Açores ficaram concluídos 707 processos, dos quais 573 resultaram em condenação, e na área de Lisboa Norte foram proferidas 1.681 decisões judiciais que originaram 1.381 condenações.

Já na comarca da Madeira registaram-se 479 decisões finais entre janeiro e abril, que resultaram em 376 condenações.