Notícia atualizada

O funeral do bombeiro que morreu esta terça-feira de madrugada, depois de ter estado internado devido a ferimentos no incêndio na Serra do Caramulo, Viseu, decorrerá na quinta-feira de manhã, disse à agência Lusa o comandante dos Voluntários do Estoril.

Carlos Coelho, comandante dos Bombeiros Voluntários do Estoril afirmou que o corpo de Bernardo Figueiredo, de 23 anos, só sairá do hospital de São João, no Porto, para onde foi transferido há cinco dias após ter ficado ferido no fogo na Serra do Caramulo, na quarta-feira.

A missa de corpo presente do bombeiro que morreu hoje de madrugada devido aos ferimentos no incêndio na Serra do Caramulo, Viseu, realiza-se na quinta-feira, às 09:30, seguindo-se o cortejo fúnebre até ao cemitério da Galiza, no Estoril.

Segundo informou à agência Lusa o 2.º comandante dos Bombeiros Voluntários do Estoril, Hugo Santos, o corpo do bombeiro Bernardo Figueiredo, falecido no Porto, onde estava internado há cinco dias, ficará em câmara ardente na igreja da Senhora da Boa Nova, no Estoril, das 17:00 à meia-noite de quarta-feira.

O comandante dos Bombeiros do Estoril adiantou ainda que já teve a confirmação do ministro da Administração Interna de que irá estar presente na cerimónia fúnebre.

Bernardo Figueiredo estava no mesmo grupo de Rita Pereira, a bombeira de Alcabideche que também morreu no combate ao mesmo incêndio.

Dois outros bombeiros ficaram ainda feridos no mesmo fogo, mas sem gravidade tendo sido transferidos para hospitais da sua área de residência, escreve a Lusa.