A Polícia Marítima (PM) portuguesa resgatou no domingo 25 afegãos, quatro crianças, 11 mulheres e dez homens, à deriva num frágil bote de borracha no Mar Egeu, durante uma travessia entre a Turquia e a Grécia.

A equipa da PM, em missão na ilha grega de Lesbos, retirou todos os migrantes do bote, passando-os para a sua embarcação, onde foram transportados, em segurança, para o porto de Skala e entregues às autoridades gregas.

Em missão desde 01 de maio de 2017, integrada na missão Poseidon 2017, sob égide da agência europeia Frontex, a PM já efetuou 751 horas de navegação e apoiou e resgatou 563 migrantes que, em busca de uma vida melhor, continuam a arriscar a travessia do Mar Egeu, entre a costa da Turquia e a Grécia.

A PM encontra-se em missão de apoio à guarda-costeira grega para controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da União Europeia, no combate ao crime transfronteiriço, no âmbito das funções de guarda-costeira europeia.