O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para esta quarta-feira, no continente, céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se geralmente muito nublado no litoral das regiões Norte e Centro até ao final da manhã.

O vento soprará fraco a moderado do quadrante norte, soprando moderado a forte no litoral oeste, por vezes com rajadas até 60 quilómetros por hora em especial a sul do Cabo Carvoeiro e durante a tarde, assim como nas terras altas, em especial das regiões centro e sul.

Para os Açores, a previsão do IPMA aponta para as ilhas do grupo ocidental, Flores e Corvo, períodos de céu muito nublado com boas abertas, tornando-se encoberto para a noite, com vento de oeste bonançoso, rodando para sudoeste e tornando-se moderado.

As ilhas do grupo central, Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial, apresentam céu muito nublado, com boas abertas a partir da tarde. São esperados chuviscos e neblinas durante a madrugada e manhã, enquanto o vento soprará de noroeste fraco a bonançoso, rodando para sudoeste.

Já para São Miguel e Santa Maria, no grupo Oriental, o IPMA prevê igualmente céu muito nublado, com abertas a partir da tarde, aguaceiros fracos e vento norte fraco a bonançoso.

Na Madeira, prevê-se céu muito nublado, aguaceiros fracos nas vertentes norte e terras altas e vento fraco a moderado de norte, sendo moderado a forte nas terras altas, com rajadas até 70 km/h até ao meio da manhã.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão variar entre 13 e 21 graus Celsius, no Porto entre 12 e 18, em Vila Real entre 11 e 22, em Viseu entre 10 e 21, em Bragança entre 9 e 23, na Guarda entre 10 e 19, em Castelo Branco entre 14 e 25, em Coimbra entre 13 e 21, em Santarém entre 12 e 24, em Évora entre 10 e 26, em Beja entre 11 e 26, em Faro entre 17 e 25, no Funchal entre 16 e 22, em Ponta Delgada e em Angra do Heroísmo entre 16 e 21 e em Santa Cruz das Flores entre 15 e 20.

O instituto informa ainda que quase todas as regiões do país apresentam hoje risco ‘Muito Alto’ de exposição à radiação ultravioleta (UV).

Em risco ‘Muito Alto’ de exposição à radiação UV estão as regiões de Aveiro, Beja, Bragança, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Funchal, Guarda, Leiria, Lisboa, Penhas Douradas, Porto, Portalegre, Porto Santo, Sagres, Santarém, Setúbal, Sines, Viana do Castelo Viseu, Vila Real, Santa Cruz das Flores, Horta e Angra do Heroísmo.

A exceção, segundo o IPMA, acontece em Ponta Delgada, que apresenta risco ‘Moderado.

Para as regiões com níveis 'Muito Alto', o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’, guarda-sol e protetor solar, além de aconselhar que seja evitada a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre menor do que 2, em que o UV é 'Baixo', 3 a05 ('Moderado'), 6 a 7 ('Alto'), 8 a 10 ('Muito Alto') e superior a 11 ('Extremo').