O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu um aviso vermelho para segunda-feira devido ao vento e agitação marítima para São Miguel e Santa Maria, nos Açores, arquipélago onde se prevê um forte agravamento do estado do tempo.

Segundo o IPMA, o aviso vermelho vigora entre as 12:00 e as 24:00 de segunda-feira (menos uma hora nos Açores) nas ilhas de São Miguel e Santa Maria, com rajadas na ordem dos 130 quilómetros hora, podendo em alguns locais, devido a efeitos orográficos, atingir os 150 km/hora.

É ainda previsível para este grupo oriental, no mesmo período, a ocorrência de ondas de seis a oito metros, aumentando para nove a dez metros e podendo, pontualmente, atingir os 15 metros.

O aviso vermelho, o mais grave numa escala de quatro, é identificado pelo IPMA como uma situação meteorológica de risco extremo, devendo as pessoas acompanharem a evolução das condições e seguir as orientações da Proteção Civil.

Para as mesmas duas ilhas, o aviso laranja (o segundo mais grave) para vento mantém-se entre as 09:00 e as 12:00, tendo sido ainda emitido um aviso amarelo para precipitação e trovoada entras as 03:00 e as 15:00 de segunda-feira.

O IPMA colocou igualmente sob aviso laranja devido ao vento as cinco ilhas do grupo central (Graciosa, Terceira, São Jorge, Faial e Pico) entre as 12:00 e as 24:00 de segunda-feira, dia em que está ainda sob aviso amarelo para precipitação e trovoada, e agitação marítima.

Na segunda-feira, também o grupo ocidental, constituído pelas ilhas do Corvo e das Flores, está sob aviso amarelo face à previsão de previsão, trovoada e vento, adianta o IPMA, explicando que o “forte agravamento” do estado do tempo se deve a uma depressão em fase de cavamento, com um sistema frontal associado, localizada a sudoeste dos Açores e com deslocamento para nordeste.


Serviços e instituições de prevenção


Vários serviços e instituições estão de prevenção devido a estas previsões, segundo revelou fonte do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros.

“Tendo em conta o agravamento do estado do tempo que se espera para a Região Autónoma dos Açores, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores efetuou contactos com todas as corporações de bombeiros dos Açores”, assim como com todas as câmaras, para que os respetivos “serviços municipais de Proteção Civil estejam alerta”, explicou a mesma fonte.

Os contactos foram também estabelecidos com as secretarias regionais da Solidariedade Social, do Turismo e Transportes, Educação e Cultura, e da Agricultura e Ambiente.

“Foram igualmente contactados o comandante da Zona Aérea dos Açores e comandante da Zona Marítima dos Açores”, adianta a Proteção Civil, garantindo que “todos estes serviços e instituições estão já de prevenção para o forte agravamento do estado do tempo e preparados para as eventuais ocorrências que possam surgir durante esse período”.

A Secretaria Regional da Educação e Cultura já anunciou o encerramento das escolas nestas sete ilhas e a Secretaria da Solidariedade Social recomenda o fecho de todas as creches e jardins-de-infância.