logotipo tvi24

Serviço do Instituto de Meteorologia vai continuar

Secretário de Estado assegura que integração da entidade no Instituto do Mar e da Atmosfera

Por: tvi24 / SM    |   2011-10-07 15:23

As funções do Instituto de Meteorologia, importantes para várias áreas, estão garantidas e na nova estrutura serão valorizados os recursos existentes e tentadas parcerias com outras entidades, como universidades, disse esta sexta o secretário de Estado do Mar.

Manuel Pinto de Abreu participou na cerimónia dos 65 anos do Serviço Meteorológico Nacional e salientou «não haver dúvidas da continuidade deste serviço».

No final da sessão, o governante explicou aos jornalistas que estão a decorrer os trabalhos para definir estatutos e competências do Instituto do Mar e da Atmosfera, onde se vai integrar o Instituto de Meteorologia e o IPIMAR (instituto de investigação da área do mar e pescas).

O objectivo é «valorizar o que existe e não replicar serviços», como no caso dos laboratórios, onde deverá optar-se por centralizar determinada actividade em que existe capacidade instalada. O exemplo referido por Manuel Pinto de Abreu é o trabalho de cálculo, já desenvolvido no Instituto de Meteorologia e que deverá permanecer.

No seu discurso, o presidente do Instituto de Meteorologia, Adérito Vicente Serrão, recordou a importância da actividade da instituição e a qualificação dos seus técnicos, apesar da redução de 30 por cento do efectivo nos últimos oito anos.

As actividades e serviços desenvolvidos, reflectindo avanços tecnológicos e científicos, «quase fazem esquecer as dificuldades orçamentais e de recrutamento de novos recursos humanos» que «limitaram em alguns casos a expansão e condicionaram as condições necessárias a uma perfeita operacionalidade», apontou.

O secretário de Estado realçou o valor do trabalho do Instituto de Meteorologia, mas reconheceu que «não vai ser fácil aumentar o quadro de pessoal», devido à crise económica vivida no país.

Partilhar
EM BAIXO: Sol
Sol

Vice-presidente da Golegã acusado de vários crimes
Rui Manuel Cunha é acusado dos crimes de descaminho de documentos, falsidade informática, falsificação de documento, violação de correspondência e denegação de justiça
Suspeito de esfaquear idoso em Alijó em prisão preventiva
Homens esteve nove dias escondido nos montes próximos de Cal de Bois até se ter ferido e pedido um auxílio que levou à sua detenção
Suspeito de vandalizar estátua de Afonso Henriques aguarda julgamento em liberdade
O jovem, de 26 anos, está indiciado pelo crime de dano em monumento público, punível com pena até cinco anos de cadeia ou 600 dias de multa
EM MANCHETE
Estado Islâmico mostra decapitação de outro jornalista
No vídeo que mostra a execução de Steven Sotloff, o homem mascarado ameaça ainda o refém britânico David Haines
Reposição dos cortes salariais aprovada no Parlamento
Rui Tavares quer a esquerda a governar «junta»