Nove distritos de Portugal continental vão estar sob ‘aviso amarelo’ no sábado devido à previsão de vento e agitação marítima, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) na sua página da Internet.

Também a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu um aviso à população sobre as condições meteorológicas adversas de frio e vento forte, a partir de sábado, e sobre as medidas preventivas a adotar.

Em comunicado, a ANPC refere que, para os próximos dias, está prevista uma descida acentuada das temperaturas, que vão rondar os seis e os nove graus no interior e os 10 e 15 graus no litoral, situando-se ainda as temperaturas mínimas abaixo dos zero graus nas regiões do interior norte.

A ANPC refere também que o vento vai soprar moderado a forte, especialmente no litoral oeste e nas terras altas, até meio da tarde de sábado, que diminuirá de intensidade no domingo, além da possibilidade de formação de gelo e geada nos vales mais abrigados do interior.

A Proteção Civil destaca que as características de tempo frio, associadas ao vento que se fará sentir, vão aumentar “a sensação de desconforto térmico na população”.

Nesse sentido, a ANPC refere que poderão ocorrer situações como piso rodoviário escorregadio devido à formação de geada, em especial nas regiões do interior, intoxicações por inalação de gases em habitações onde se utilizem aquecimentos com lareiras e braseiras e incêndios em casas resultantes da má utilização de lareiras e braseiras ou avarias em circuitos elétricos.

A Proteção Civil chama também à atenção que é “necessário dar especial atenção aos grupos populacionais mais vulneráveis”, como crianças, idosos e sem-abrigo.


Como medidas preventivas, a Proteção Civil aconselha a população a adotar comportamentos adequados, dando especial atenção aos aquecimentos com combustão, que podem causar intoxicação e levar à morte e evitar conduzir em local onde se forme geada na estrada.

A ANPC indica ainda que se deve assegurar uma adequada ventilação das habitações, evitar o uso de dispositivos de aquecimento durante o sono e dar especial atenção a pessoas idosas e em condição de maior isolamento.
 

Aviso amarelo devido ao vento e ao estado do mar


De acordo com o IPMA, os distritos do Porto, Faro, Setúbal, Viana do Castelo, Lisboa, Leiria, Beja, Coimbra e Braga, vão estar sob ‘Aviso Amarelo’ entre as 06:00 e as 15:00 de sábado, devido à previsão de vento moderado a forte de noroeste com rajadas até 80 quilómetros/hora.

Os distritos de Setúbal, Lisboa e Leiria vão estar também sob ‘Aviso Amarelo’ devido à agitação marítima, com o IPMA a prever ondas de noroeste com quatro metros, estando o aviso em vigor entre as 15:00 e as 00:00 de sábado.

O ‘Aviso Amarelo’ é o terceiro mais grave de uma escala de quatro e significa risco para determinadas atividades dependentes do estado do tempo.

Já os distritos de Vila Real, Bragança e Guarda estão, desde as 03:00 e até às 15:00 de hoje, sob 'Aviso Laranja' devido à previsão de nevoeiro persistente em alguns locais daqueles distritos.

O IPMA prevê para hoje no continente céu geralmente pouco nublado, apresentando-se muito nublado no litoral a norte do Cabo Raso, e períodos de chuva fraca no Minho para o fim do dia.

Está também previsto vento fraco a moderado de norte, tornando-se gradualmente do quadrante oeste nas regiões norte e centro, e soprando moderado a forte nas terras altas a partir da tarde.

A previsão aponta ainda para neblina ou nevoeiro matinal, podendo persistir até meio da tarde em alguns locais do interior norte e centro, segundo a Lusa.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão variar entre 12 e 20 graus Celsius, no Porto entre 10 e 19, em Braga entre 8 e 20, em Vila Real entre 7 e 16, em Viseu entre 9 e 18, em Bragança entre 6 e 14, na Guarda entre 7 e 16, em Coimbra entre 10 e 18, em Castelo Branco entre 9 e 21, em Santarém entre 9 e 22, em Évora entre 9 e 23, em Beja entre 11 e 23 e em Faro entre 12 e 22.