O arquipélago dos Açores está esta terça-feira sob "aviso laranja", o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de precipitação, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, as ilhas do Corvo e Flores (grupo ocidental), Graciosa, Terceira, São Jorge, Pico e Faial (grupo central) e Ponta Delgada e Santa Maria (grupo oriental) estão sob "aviso laranja" desde as 04:00 e até às 09:00, devido à previsão de chuva.

O "aviso laranja" refere-se a uma situação meteorológica “de risco moderado a elevado”.

O IPMA colocou ainda o grupo ocidental sob "aviso amarelo" por causa do vento forte, entre as 04:00 e as 14:00 desta terça-feira.

O IPMA prevê para hoje no grupo ocidental céu geralmente muito nublado, períodos de chuva, temporariamente forte durante a madrugada e manhã, passando a aguaceiros e vento leste forte com rajadas até 90 quilómetros por hora durante a madrugada, rodando para nordeste.

No grupo central prevê-se céu geralmente muito nublado, condições favoráveis à formação de neblinas, períodos de chuva, temporariamente forte, passando a aguaceiros, possibilidade de trovoadas e vento leste fresco a muito fresco, com rajadas até 85 quilómetros por hora, rodando gradualmente para nordeste.

Para o grupo oriental, o instituto prevê céu geralmente muito nublado, períodos de chuva, condições favoráveis à formação de neblinas e vento sueste muito fresco com rajadas até 70 quilómetros por hora, tornando-se fresco e rodando gradualmente para sudoeste.

Em Ponta Delgada as temperaturas vão oscilar entre 11 e 17 graus Celsius, em Santa Cruz das Flores entre 9 e 12, na Horta entre 10 e 16 e em Angra do Heroísmo entre 10 e 17.

Na Madeira prevê-se céu com períodos de muita nebulosidade e vento fraco a moderado predominando de sueste.


As temperaturas previstas para hoje


Quanto às temperaturas, em Lisboa vão variar entre 08 e 15 graus Celsius, no Porto entre 07 e 13, em Bragança entre 03 e 07, em Vila Real entre 05 e 09, em Viseu entre 03 e 09, na Guarda entre 03 e 06, em Castelo Branco entre 05 e 12, em Santarém entre 06 e 15, em Coimbra entre 07 e 13, em Évora entre 06 e 13, em Beja entre 06 e 14, em Faro entre 09 e 17, no Funchal entre 16 e 22, em Ponta Delgada entre 11 e17, em Angra do Heroísmo entre 10 e 17 e em Santa Cruz das Flores entre 09 e 12.


Barras fechadas


Nove barras de Portugal continental e uma dos Açores estão fechadas a toda a navegação e outras duas condicionadas devido à agitação marítima forte, prevendo-se ondas com quatro a cinco metros, segundo a Marinha portuguesa.

De acordo com informação disponível na página da Marinha na Internet que a Lusa cita, estão fechadas a toda a navegação as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Douro, Figueira da Foz, São Martinho do Porto e Corvo, no grupo ocidental dos Açores.

A Marinha indica também que as barras de Viana do Castelo e Aveiro estão fechadas a embarcações com comprimento inferior a 30 e 35 metros, respetivamente.