A chuva que afetou o continente vai manter-se, com menos intensidade, até quinta-feira, prevendo-se no fim de semana uma subida da temperatura da ordem dos 6 a 8 graus Celsius, disse o meteorologista Bruno Café.

Em declarações à agência Lusa, o meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) disse que o dia de hoje ainda vai ser marcado por muita nebulosidade e regime de aguaceiros, que serão pontualmente fortes no Minho e Douro litoral, mas já com baixa probabilidade.

Por isso, adiantou Bruno Café, ainda há aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, para os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Aveiro, Coimbra, Viseu, Guarda e Castelo Branco, devido à previsão de vento forte, com rajadas da ordem dos 100 quilómetros por hora, até às 15:00 de hoje.

Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa e Setúbal estão também sob aviso amarelo até às 18:00 de hoje por causa da agitação marítima forte, prevendo-se ondas com 4 a 5 metros.

“No final da tarde vamos ter uma melhoria do estado do tempo e amanhã [quinta-feira] teremos nova melhoria. Vamos ter céu muito nublado, sendo pouco nublado na região sul e os aguaceiros vão ser restritos às regiões do norte e centro até ao meio da tarde”, declarou o meteorologista.


Bruno Café adiantou que na sexta-feira está prevista-se uma descida da temperatura e vento moderado a forte, mas sem emissão de aviso amarelo.

Contudo, “no fim de semana, o cenário será outro. Estamos a prever céu pouco nublado ou limpo e subida da temperatura máxima entre sexta-feira e sábado da ordem dos 6 a 8 graus na generalidade do território”, adiantou.

Segundo o especialista, no sábado as temperaturas máximas vão rondar os 30/31 graus no Alentejo e 28 e 30 graus em Lisboa e Vale do Tejo.