Ronaldo disse-me que iria ser eu a fazer o golo da vitória, tal como os meus colegas, e passou-me e essa força e energia dele. Foi um golo muito trabalhado pela nossa equipa. Desde o início do Europeu fomos espetaculares, o povo português merece. Quero dedicar o golo à Susana Torres, minha mentora de alta performance, deviam conhecê-la”.

Foram estas as primeiras palavras de Éder, o herói improvável que marcou o golo da vitória de Portugal na final do Europeu.

Susana Rodrigues Torres é, na verdade, uma antiga bancária que se dedica agora ao estudo do desenvolvimento pessoal na área desportiva.

Tudo aconteceu por acaso e com um jogador de futebol. Este jogador, que na altura colocava em causa a sua carreira desportiva, comentou comigo o seu sonho de criança e acabámos por lançar um desafio um ao outro: Ele transformava o seu sonho num objetivo a seis meses, e eu dar-lhe ia todas as ferramentas que possuía para o ajudar a conquistar esse objetivo”, explicou em entrevista ao site themiraclecoach.com.

Sem nunca se referir a Éder, Susana Torres revelou que a história será em breve contada em livro.

No coaching desportivo, o foco são os resultados que o atleta pretende alcançar, e é aí que colocamos toda a nossa atenção”, explicou ainda.

Hoje, é mentora do número 9 da seleção que tanta discórdia e ceticismo gerou durante todo o Euro 2016.

Este domingo, a mentora desportiva não escondeu o entusiasmo e partilhou várias fotografias no Stade de France, inclusive com a Taça.

"Meus amigos, só para dizer que eu cumpro as minhas promessas!!!! Já está aqui o caneco e agora vou embrulhar com jeitinho para levar isto para PORTUGAL!!!!! (Que é onde deve estar)” escreveu.