O professor de música acusado de ter abusado sexualmente de quatro alunos, menores, remeteu-se esta terça-feira ao silêncio no início do julgamento no Tribunal de Oliveira de Azeméis, disse à Lusa fonte judicial.

Na primeira sessão de julgamento, que decorre à porta fechada por exclusão de publicidade, foi ouvida apenas uma das vítimas.

O menor prestou declarações na ausência do arguido, que foi retirado da sala de audiência.

As outras três vítimas já foram ouvidas em declarações para memória futura.

O arguido está acusado de 28 crimes de abuso sexual de crianças, 22 crimes de abuso sexual de menores dependentes e dois crimes de pornografia de menores.

De acordo com o Ministério Público, o professor de música terá abusado sexualmente de quatro menores, com idades compreendidas entre os 12 e 16 anos.

Os crimes começaram em 2009 e terão sido praticados na escola e numa garagem do arguido.

O suspeito está em prisão preventiva desde que foi detido pela Polícia Judiciária, em abril de 2013.

O julgamento prossegue no dia 10 de fevereiro, pelas 14:00.