Equipas cinotécnicas (homens com cães) juntaram-se às buscas na para encontrar o menino de quatro anos que este domingo foi arrastado pelo mar na Praia da Quebrada, Matosinhos. As operações no mar foram interrompidas e devem ser retomadas às 7.30 horas.

Os cães estão a «varrer» todo o areal entre as praias de Marrecos e de Angeiras, para verificar se o mar terá devolvido o corpo à praia.

Veja o vídeo e as fotos

Uma equipa de psicólogos do INEM esteve no local a prestar apoio psicológico aos pais da criança. Mas depois, estes acabaram por regressar a Vila Real, cidade onde moram.

O menino estava a brincar na praia com três irmãos quando uma onda os arrastou. Um popular ainda esteve no mar durante cerca de 45 minutos para tentar salvar a criança. Ainda a avistou, mas não conseguiu agarrá-la.

Populares presentes no local queixam-se da demora dos bombeiros e da dificuldade em chamar o 112. A praia não estava a ser vigiada em permanência, dado não estarmos na época balnear.