A PSP deteve na quinta-feira seis pessoas, três no Entroncamento e três em Lisboa, por suspeita de crimes de tráfico de estupefacientes, usura, contrabando, introdução fraudulenta no consumo, fraude fiscal e associação criminosa.

Em comunicado divulgado nesta sexta-feira, o comando distrital de Santarém da PSP informa que as detenções ocorreram fora de flagrante delito, no âmbito de uma investigação iniciada há oito meses pela esquadra do Entroncamento.

Além das seis detenções (duas mulheres, com 35 e 48 anos, e quatro homens, com 29, 35, 44 e 50 anos), foram realizadas, ao longo do dia de quinta-feira, 11 buscas domiciliárias, no Entroncamento, em Almada e em Torres Novas.

Nessas diligências foram apreendidas seis viaturas pertencentes aos suspeitos, uma balança de precisão, material de embalamento de produto estupefaciente, documentos de registo de venda de produto e outro material relacionado com o tráfico de estupefacientes.

Foram ainda apreendidos 5,5 quilos de tabaco pronto a ser embalado, quatro máquinas de fazer cigarros, milhares de tubos/mortalhas com filtro, 1.780 euros em dinheiro, diversas joias em ouro e outro material suspeito de ter sido furtado.

Na operação participaram efetivos da Polícia de Segurança Pública de Santarém, da Investigação Criminal e Ordem Pública dos Comandos da PSP de Setúbal (divisão de Almada) e Metropolitano de Lisboa (3.ª Divisão) e dos destacamentos da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Torres Novas e da Trafaria.

Segundo a nota, os detidos vão ser ainda ouvidos em primeiro interrogatório judicial no tribunal da comarca de Santarém.