O trânsito nas faixas centrais da Avenida da Liberdade encontra-se cortado devido ao Mega Piquenique que ocorre sábado naquela artéria lisboeta, fazendo-se só pelas laterais e perpendiculares, disse à Lusa fonte da divisão de trânsito da PSP.

De acordo com a mesma fonte, o trânsito no sentido descendente e ascendente na faixa central da Avenida da Liberdade irá permanecer cortado até à madrugada de segunda-feira.

Os condicionamentos ao trânsito naquela artéria de Lisboa tiveram inicio na terça-feira, devido à preparação para o Mega Piquenique que se realiza sábado a partir das 10:00.

A realização do piquenique já levantou vários protestos, nomeadamente do PSD na Câmara Municipal de Lisboa, com o vereador social-democrata António Prôa a considerar «inadmissível» que o evento organizado pelo grupo Sonae em parceria com a autarquia cause «graves transtornos no trânsito da cidade durante toda a semana».

Alguns lojistas da Avenida da Liberdade também já vieram contestar o evento, afirmando que irá prejudicar o negócio e lamentando não terem sido consultados pela organização do mesmo.

A maior perturbação no trânsito ocorrerá no sábado, com o encerramento total, durante todo o dia, do eixo central e dos atravessamentos da Avenida da Liberdade.

A circulação começará a regressar à normalidade na noite de domingo, pelas 21:30, com a abertura do eixo central entre o Marquês de Pombal e o cruzamento da Rua Alexandre Herculano. Só às 06:00 de segunda-feira é que se dá a abertura total da Avenida da Liberdade.

A iniciativa deverá «trazer meio milhão de pessoas [à cidade], entre as quais deputados da Comissão Europeia, que querem replicar este evento em outras cidades», disse à agência Lusa na terça-feira passada o vereador das Estruturas Verdes da câmara, José Sá Fernandes.