Um navio patrulha da Marinha Portuguesa participou esta quarta-feira no resgate de 10 imigrantes no sul de Espanha, no âmbito de uma operação da Frontex, agência de controlo das fronteiras europeias, refere em comunicado aquele ramo das forças armadas portuguesas.

Segundo o comunicado, no âmbito da operação “Indalo 2015”, o Navio Patrulha Oceânica Viana do Castelo "foi empenhado numa ação de salvamento marítimo, relacionada com imigração irregular no Mediterrâneo, na recolha de 10 pessoas”.

Os imigrantes estavam a bordo de uma embarcação de fibra, detetada pela Guardia Civil espanhola, a 50 milhas (cerca de 80 quilómetros) a leste da cidade de Almería, no sul de Espanha, refere o comunicado.

Os homens resgatados “registavam problemas de saúde” e foram recolhidos pela embarcação de salvamento marítimo espanhola Guardamar Polimnia.

A operação, acrescenta a Marinha, que foi coordenada pelos centros de busca e salvamento marítimo de Madrid e da agência Frontex, terminou às 17:26.

A embarcação portuguesa vai continuar a patrulha nas áreas atribuídas.