Há doentes de hepatite C em risco de vida que não estão a receber tratamento porque os hospitais não têm dinheiro para comprar o medicamento inovador que os pode curar. O Governo lançou linha de 100 milhões de euros para medicamentos, mas a verba ainda não está disponível.
 
O Infarmed deu luz verde para que 71 doentes fossem urgentemente tratados mas apenas 35 já estão a tomar os comprimidos.
 
Os restantes, apesar de autorizados, continuam em risco de vida e a piorar da doença a cada dia que passa.
 
A TVI sabe que há mesmo doentes que correm o risco de perder parte do tratamento da hepatite C oferecido porque os hospitais não têm verba para comprar o medicamento Sofosbuvir que custa 48 mil euros